Baleia Rossi é citado em esquema criminoso de Ribeirão Preto

Investigação diz que Baleia Rossi recebia valor irregular mensalmente

Investigação diz que Baleia Rossi recebia valor irregular mensalmente
Reprodução Câmara dos Deputados

O candidato a presidente da Câmara dos Deputados Baleia Rossi (MDB-SP) é citado na investigação de um esquema criminoso que teria desviado mais de R$ 200 milhões da Prefeitura de Ribeirão Preto (SP). A informação foi divulgada neste sábado (9) pelo jornal Folha de S.Paulo. 

De acordo com a publicação, o Ministério Público de São Paulo compartilhou com a PGR (Procuradoria-Geral da República) detalhes sobre as suspeitas contra Baleia Rossi.

A Procuradoria, por sua vez, teria enviado as informações a um inquérito que corre no STF (Supremo Tribunal Federal) e tramita sigilosamente desde 2018. 

As informações enviadas à PGR fazem parte da Operação Sevandija, de 2016, que mirou fraudes em licitações da Prefeitura de Ribeirão Preto. As investigações começaram a partir de suspeitas de direcionamento de contrato para o fornecimento de catracas para escolas.

Saiba mais: Lira e Baleia: veja o que defendem os candidatos à Câmara

De acordo com a Folha, em uma planilha obtida com a quadrilha responsável pelos desvios no município, consta o nome de Baleia relacionado a valores que totalizam R$ 760 mil, sendo R$ 660 mil repassados em parcelas mensais de R$ 20 mil, por um período de 33 meses. Também teria sido depositado ao político paulista R$ 100 mil nas eleições de 2014.

Em nota enviada ao jornal, o deputado negou envolvimento nas irregularidades e descartou o recebimento de valores ilícitos.

Baleia Rossi disputa com Arthur Lira (PP-AL) a vaga atualmente ocupada por Rodrigo Maia (DEM-RJ).