Plano de vacinação contra a covid e avanço do IDH marcam a semana

O Ministério da Saúde lançou na quarta-feira (16), com a presença do presidente Jair Bolsonaro, o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19. O plano tem a previsão de imunizar 51,4 milhões de pessoas no primeiro semestre de 2021. A previsão é que toda a população brasileira seja imunizada em 16 meses – os quatro meses primeiros meses os grupos prioritários e outros 12 para a “população em geral”. Os primeiros a serem vacinados são profissionais de saúde, idosos com mais de 75 anos, idosos a partir de 60 que vivam em instituições, indígenas e quilombolas 

O Ministério da Saúde confirmou na quinta-feira (17) que está em negociação com o Instituto Butantan, em São Paulo, para a aquisição de 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac, que integra o plano de vacinação do Estado de São Paulo. O ministro Eduardo Pazuello afirmou que o cronograma do plano nacional de vacinação está sendo fechado em cima da previsão de entrega de três imunizantes: CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer. De acordo com ele, a previsão é de que sejam entregues, em meados de janeiro, 24 milhões e 700 mil doses de vacinas contra a covid-19: 500 mil da Pfizer, 9 milhões do Butantan e 15 milhões e 200 mil da AstraZeneca

O número de crianças internadas com covid-19 dobrou na cidade de São Paulo em um mês, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Em outubro, houve 25 internações entre 0 a 14 anos na rede pública e privada. Já em novembro, esse número subiu para 50. A prefeitura afirmou que o crescimento de casos nessa faixa etária acompanha o aumento no número total de casos na cidade. 

A pandemia no Brasil mantém ritmo de alta, segundo a Imperial College London. O monitoramento semanal mostrou que a taxa de transmissão está em 1,13, o que significa que 100 pessoas infectadas transmitem o novo coronavírus para outras 113, que passam para outras 127, representando um aumento exponencial de novos casos em um espaço de semanas

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) terá até 10 dias para analisar uso emergencial de vacinas. Até o momento nenhum fabricante apresentou pedido para essa modalidade de autorização, que é diferente do registro sanitário ao estabelecer uma série de restrições

Uma nova variante do coronavírus SARS-CoV-2, que causa a covid-19, foi identificada no Reino Unido, anunciou na segunda-feira (14) o secretário de Estado da Saúde britânico, Matt Hancock. O país foi o primeiro do ocidente a iniciar a imunização contra a covid-19, no dia 8 de dezembro

Os Estados Unidos iniciaram a vacinação em massa contra a covid-19 na segunda-feira (14). A vacina da Pfizer está sendo aplicada em carácter de uso emergencial. Os EUA é o país com o maior número de mortes pela doença, ultrapassando a marca de 300 mil pessoas

O STF (Supremo Tribunal Federal) autorizou
que Estados e municípios possam determinar campanhas de vacinação obrigatória
contra a covid-19
e que sejam previstas medidas restritivas em caso de
recusa. Segundo os ministros, não se trata de autorizar uma vacinação
“forçada”, mas sim de prever sanções em lei

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil melhorou
na passagem de 2018 para 2019
, mas o país perdeu cinco colocações no
ranking mundial e agora aparece na 84ª posição, segundo lista divulgada pela ONU
(Organização das Nações Unidas)

O número de crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17
anos em situação de trabalho infantil caiu na passagem de 2016 para 2019, mas
ainda afeta 1,8 milhão de brasileiros
. Do total, cerca
de 706 mil estavam ocupadas nas piores formas de trabalho infantil
,
como carvoarias, corte de cana, extração de madeira, coleta de lixo e comércio
ambulante

Os oito maiores municípios do País respondiam
por quase um quarto (24,8%) de toda produção de bens e serviços nacionais em
2018
. A concentração é situada nas cidades de São Paulo (SP), Rio de
Janeiro (RJ), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Manaus (AM),
Porto Alegre (RS) e Osasco (SP)

A Câmara aprovou o texto que regulamenta o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) na última quinta-feira (17), com 470 votos favoráveis, 15 contrários e uma abstenção. O fundo é o principal mecanismo de financiamento da educação básica no paíse. Proposta segue para a sanção presidencial

O governo de São Paulo vai permitir a reabertura das escolas no estado em 2021 mesmo com o aumento de casos de covid-19 em todo o Estado. A informação foi confirmada na coletiva de imprensa de quinta-feira (17) no Palácio dos Bandeirantes pelo governador João Doria (PSDB)

Justiça determina que prefeitura de São Paulo retome as aulas no início de 2021 seguindo todos os cuidados sanitários para evitar contaminação de coronavírus. A prefeitura informa que deve retomar as atividades em fevereiro, mas aguardo o aval das autoridades de saúde