Bolsonaro diz que não vai interferir na eleição da Câmara e do Senado

Bolsonaro pede para Congresso aprovar seus projetos

Bolsonaro pede para Congresso aprovar seus projetos
Joédson Alves/EFE – 16.12.2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (17) que não vai interferir na eleição das presidências da Câmara e do Senado Federal. Ele deu a declaração durante a cerimônia de posse do novo ministro do Turismo, Gilson Machado.

Bolsonaro assina MP que libera R$ 20 bilhões para compra de vacinas

Em fevereiro, deixam os cargos os atuais presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

“Tenho certeza que esse trio maravilhoso [olhando para os líderes do governo presentes no evento] que está na minha frente aqui, resolvendo a questão da mesa da Câmara e do Senado, que vai ser bem resolvido, tenho certeza disso. Não vou interferir em lugar nenhum. Eu não interfiro nos meus ministros, quem dirá em outro poder?”, declarou o presidente.

Ele acrescentou, porém, que vai torcer para uma solução boa para o governo. Na Câmara, ele defende a eleição de Arthur Lira (PP-AL).

“Mas vou torcer para que aconteça o melhor na Câmara e no Senado e as propostas do governo uma vez analisadas pelo parlamento, tenham seu curso. Sejam colocadas em votação e a maioria decida o que é melhor. Todos nós temos a ganhar sobre isso.”