Dezembro 4, 2020

Governo de SP faz homenagem a vítimas do coronavírus

Secretário de saúde participa de ato em homenagem a vítimas do coronavírus

Secretário de saúde participa de ato em homenagem a vítimas do coronavírus
Divulgação Governo de SP

As sirenes de 32 ambulâncias da secretaria de saúde foram acionadas, no Largo do Arouche, centro de São Paulo, nesta segunda-feira (2), durante um minuto em homenagem a mais de 39 mil pessoas que morreram em decorrência da covid-19 no estado. Desde o início da pandemia, São Paulo registra 1,1 milhão de casos confirmados de coronavírus.

Leia mais: Confira o que abre e o que fecha no feriado de Finados em SP

O ato teve início às 12h, com a participação do Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, além de socorristas, paramédicos e motoristas das ambulâncias. A homenagem também teve o apoio da Prefeitura de São Paulo.

“Não ficamos apenas com um minuto de silêncio, nós colocamos as sirenes para soarem bem alto no coração das pessoas para elas se sensibilizarem e lembrarem com respeito dos que morreram. Ainda temos que manter o distanciamento social, usar máscaras, não podemos nos aglomerar. Temos que nos lembrar da importância da prevenção e lutar por vacinas, não importa quantas. Precisamos de muitas. É isso o que vai fazer que nós possamos voltar ao normal”, afirmou Gorinchteyn.

Veja também: Cemitérios abrem as portas neste feriado de Finados em SP

A homenagem se estendeu a outros marcos da capital paulista. Dezesseis monumentos históricos foram adornados com uma faixa preta, em sinal de luto pelas vítimas da pandemia.

O estado de São Paulo está em luto oficial desde o dia 6 de maio, quando o governador João Doria determinou que o período solene se estendesse até o fim da pandemia. Com a medida, bandeiras em todas as repartições públicas e instituições de ensino são hasteadas a meio mastro.

Veja ainda: São Paulo supera marca de um milhão de recuperados da covid-19

Em maio, o o governo homenageou profissionais de saúde envolvidos no combate ao coronavírus e atendimento a pacientes com covid-19. Quarenta veículos das forças de segurança e dos Bombeiros percorreram trechos em frente ao Complexo do Hospital das Clínicas, Hospital Emílio Ribas, Faculdade de Medicina da USP e Instituto Adolfo Lutz.

Em setembro, o Estado realizou outro ato em celebração a pacientes recuperados e profissionais da saúde na cerimônia de fechamento do hospital de campanha do Ibirapuera.

O Conteúdo de Notícias do Publicar Artigo é tirado de sites de notícias da internet.

Alguns conteúdos são patrocinados e pagos por empresas que nos procuram para melhorar suas vendas e acessos.

Fale conosco.

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp